Tristeza, veste meu verso de lágrima cristalina
Porque eu carrego esta sina de chorar em poesia
E faz desta nostalgia razão pra ser mais feliz
Guardando aquilo que diz pra parceriar melodia

Palavra, mata o desejo que trago dentro do peito
Como quem tira um defeito que precisa ser extinto
Pois esse simples instinto me fez mais acostumado
E a saber chorar rimado essas tristezas que sinto

Amigo, faz um costado pra esse parceiro de lida
Que sempre soube que a lida é muito mais que um momento
Pois no meu entendimento, pior que morrer aos pouquinhos
É ter que matear sozinho guardando seus sentimentos

Sorriso, transforma a alma quando se canta pra alguém
Pois quem canta sabe bem mandar uma mágoa embora
E sabe que toda a hora que a saudade é mais sentida
A solidãp ganha vida e explica porque se chora
Saudade, mora em tudo mesmo que a gente não queira
É nossa antiga parceira, caminho, fonte e mundéu
E faz da gente a lo léu sentir-se mais diferente
E dizer o que se sente num pedaço de papel

Destino, caminho incerto, que a alma busca sem pressa
Pois pouco me interessa se a vida é boa ou ruim
A gente é mesmo assim, mata as tristezas rimando
E o que estiver esperando, a vida guarda pra mim.

Video erróneo?