Oh, folgado, você é folgado, viu?
Vê se para de colar na minha banca
E beber na minha comanda
Oh, folgado, você é folgado, viu?
Não sou casado, nem tenho filho barbado
Vê se para por aí

Toda roda tem, quem é que não conhece
Aquele que bebe, na hora de pagar desaparece
Toda roda tem um cara desse jeito
Que é gente boa e tudo mas tem esse defeito

Que gosta de pagar de carrão, de gatão
Mas todo mundo sabe que não tem nenhum tostão
Esquece a carteira em casa, desculpa manjada
Olha o golpe do cartão

Video erróneo?