Xote

Tem mosquito no salão
Tem mosquito no salão,
Foi um gaúcho largado,
Índio mal acostumado
Que apagou a lampião.

Num baile cheio, onde ninguém se mexia
Aparício apertava, era só o que fazia -
Endoidecia na sombra do lampião
Cada moça que passava recebia um beliscão.

Até o Pedro que de santo não tem nada
Começou a meia noite e beliscar a namorada
A velharada vendo aquela situação,
Gritava desesperada tem mosquito no salão.

Muita mordida, belisca e ferrão
Tudo isso acontecia bem no meio do salão -
Aborrecido com o que estava acontecendo
O patrão dono do baile acabou também dizendo:

Video erróneo?