Há, num toureiro de raça,
Tal desprezo pela morte
Que põe de pé uma praça,
Ao rematar cada sorte
Mal o vejo junto à feira
Mostrando o valor que tem
Como ficava a Severa,
Eu fico doida também!

Toiros e Sol
Não há nada
Que uma toirada com mais emoção!
Não há festa com mais cor
Que mais fale ao coração!
Toiros e Sol
Sai o toiro
Há fatos com oiro
Na arena a brilhar
Se faena, tem valor,
Põe toda a praça a vibrar!

É bom ver um cavaleiro
Tem gosto, um tique nas varas
E eu sinto o sangue toureiro
Ante uma pega de caras
Se a quadrilha destemida
E os bichos bravos leais,
Vem o final da corrida
E eu fico a chorar por mais!

Video erróneo?