Com a barba feita e os sentidos aguçados eu olho mapa
Que engessado mostra apenas um caminho e mais nada
Atrás do estábulo deixei adormecida guardada uma carta
E me prometa leia apenas quando o sol alcançar atrás da mata

Eu lhe prometo que trarei boas notícias quando eu voltar
Se eu não voltar as boas notícias estarão lá
Se pelo acaso as boas notícias não encontrar, você
Daí fudeu, daí fudeu

No wallkman eu tenho carga pra seis horas e Johnny Cash
Não aprendi a ler as horas no relógio digital
Com a luz baixa eu me viro com a lanterna de seu pai
Quando Berlin estiver a poucas milhas dou um sinal

Eu lhe prometo que trarei boas notícias quando eu voltar
Se eu não voltar as boas notícias estarão lá
Se pelo acaso as boas notícias não encontrar, você
Daí fudeu, daí fudeu.

Eu lhe prometo que trarei boas notícias quando eu voltar
Se eu não voltar as boas notícias estarão lá
Se pelo acaso as boas notícias não encontrar, você
Daí fudeu, daí fudeu.

Eu lhe prometo que trarei boas notícias quando eu voltar
Se eu não voltar as boas notícias estarão lá
Se pelo acaso as boas notícias não encontrar, você
Daí fudeu, daí fudeu.

Video erróneo?