Longa espera na distante estação
Rio congela, aponta a nossa direção
Nuvem calma paira em órbita do sol
No caminho, a cidade em solidão

Do abrigo em ruínas, luz, faróis
Gelo eterno além da fronteira
Não tem fim

Viajantes, fracos pontos no infinito
Iluminam uma trilha de cristal
Longa espera na distante estação
No caminho, a cidade em solidão

Quando vejo pela estrada, ilusão
Um segundo além deste mundo
Não tem fim

Do abrigo em ruínas, luz, faróis
Gelo eterno além da fronteira
Quando vejo pela estrada, ilusão
Um segundo além deste mundo

Do abrigo em ruínas, luz, faróis
Um segundo além deste mundo
Não tem fim

Video erróneo?