Vem amor e vem vingança,
Cada qual com sua bagagem.
Vem a morte sem remédio
Escondida numa imagem
De moça nova, donzela,
Toda beleza e coragem.

Toma tempo seu Deolino,
Põe freios no coração.
Ninguém brinca sem castigo
Com as leis deste sertão.

Video erróneo?