Um laçador de cachorro do coração de serpente.
Homem só pela metade diabo em forma de gente.
Não vale um tostão furado quem persegue um inocente.
Vi uma cena cruel que não sai da minha mente.
Pra salvar seu cachorrinho coitado de um garotinho,
Foi morto covardemente.

Um garoto de dez anos depois que fez a lição.
Pertinho da sua casa brincava no quarteirão.
Com seu luluzinho branco cachorro de estimação.
De repente igual um raio vinha um laçador de cão.
O garoto assustado pegou seu cão estimado,
E apertou no coração.

Cam seu cãozinho nos braços ele saiu na carreira.
Laçador bateu atrás igual onça pegadeira.
Vou laçar esse moleque e arrastar pela poeira.
Foge, foge luluzinho da laçada traiçoeira.
Embora eu seja arrastado mas meu cãozinho adorado,
É uma flor que ninguém cheira.

Garoto perdeu a vida nas mãos de um homem ruim.
Despedindo deste mundo coitadinho disse assim.
Trate bem meu cachorrinho que tem nome de Marfim.
Papaizinho, mamãezinha peço não chore por mim.
Vocês precisam coragem que a morte é uma passagem,
Pra vida que não tem fim.

Nossa justiça não falha a lei não está dormindo.
No fundo de uma prisão vai ter fim esse assassino.
Ele vai morrer nas grades sem vela e em desatino.
E mais uma triste história escrita pelo destino.
Depois do aconteceu o cachorrinho morreu,
De saudade do menino.

Video erróneo?