Upa, upa meu cavalo o feitiço hoje me atrai
Parece até que tu sabes, pra onde este macho vai
Essa noite vai ser minha, e ninguém me diz que não
Me vou de guaiaca cheia, pra não ficar solteirão

Sou pachola e "muierengo", esse é um defeito meu
Ninguém gosta de mulata, tanto, tanto quanto eu

No surungo das mulata, hoje me adono da casa
Dou de mão na mais bonita, e saio arrastando a asa
Lá me vou salão a dentro, sapecando na vaneira
Com a mulata nos meus braços, encendiando de faceira

Mulata minha mulata, eu quero teu aconchego
O teu calor é mais quente, do que a lã dos meus pelegos
Meu coração caborteiro, de feliz quase me mata
Ai que bom se eu morresse, nos braços dessa mulata.

Video erróneo?