Eu sou do tipo que não gosta de casamento
E tudo que eu faço ou falo é fingimento
Eu pego o meu carro e começo a rodar
Eu tenho mil garotas uma em cada lugar
Me chamam lobo mau, me chamam lobo mau
Eu sou o tal, o tal, o tal, o tal, o tal
Eu rodo, rodo, rodo e nunca penso em parar
Se vejo um broto lindo logo vou conquistar
E quando estou rodando e não tenho onde ir
Fico então pensando com qual eu vou sair
Me chamam lobo mau, me chamam lobo mau
Eu sou o tal, o tal, o tal, o tal, o tal, o tal, o tal

Eu sou terrível e é bom parar
De desse jeito me provocar
Você não sabe de onde eu venho
O que eu sou e o que tenho
Eu sou terrível, vou lhe dizer
Que ponho mesmo pra derreter
Garota que andar do meu lado
Vai ver que eu ando mesmo apressado
Minha caranga é máquina quente
Eu sou terrível, eu sou terrível

Eu sou aquele amante à moda antiga
Tipo que ainda manda flores
Apesar do velho tênis e da calça desbotada
Ainda chamo de querida a namorada.

Video erróneo?