Por mais que eu ainda não veja
Algo me diz que sim
Se esta cela não me deixa fugir
Meus problemas vou te confessar
Se lá fora, veio alguém pra me ver
Ou se todos vão me abandonar
A liberdade esta dentro de mim
Nos meus sonhos ninguém vai tocar

Deus não precisa de talentos
Deus apagou meu passado
Deus não me julga um detento
Deus já me vê do outro lado

Eu te recebo como único SENHOR
Seja o CORDEIRO meu CONSOADOR
Escreve o meu nome no livro da vida
e me aceita SENHOR!

Video erróneo?