Já era quase de manhã
Estava eu chegando em casa
Passei a noite por aí
Perdido em alta madugrada

Abri a porta devagar
Só o silêncio ao meu redor
E algo estranho eu senti
Eu percebi que estava só

Faltou alguém pra perguntar
Onde eu estava, onde andei
E as minhas coisas arrumadas
Em nosso quarto encontrei

Roupas largadas no sofá
Na mesa um copo vazio
E um bilhete mal escrito
Com cara de quem não durmiu

Estou saindo estou deixando pra você
O caminho livre pra fazer o que quiser
Tá esquecendo que eu tenho sentimentos
E além de tudo sou humana, sou mulher

Não é preciso mais desculpas esfarrapadas
Cansei de tudo não precisa mais mentir
É fim de tudo é um caso encerrado
Tente entender bom pra você melhor pra mim.

Video erróneo?