Sob o vento não se move, assim
sustenta todo o brilho.

E veio assim tão diferente.
Do meu silêncio um vendaval.

Se o conforto te alivia, porque não
vem morar comigo?

E veio assim tão de repente.
Hoje te espero pro jantar.

Prometo não me importa.
Não devo nada pra você.
Prometo, me comporto.
Não devo nada à ninguém.

Video erróneo?