Do subsolo viemos
De pé sempre estaremos prontos pra lutar
Nervos de aço, íntegro espírito, prosseguimos destemidos
Esperando a nossa vez de crescer

Carregando o dever de ser o sol
Onde o escuro teima em confundir o caminho certo
No peito queimando a gana de vencer
A vontade permanente de ganhar não deixa por nada abalar
Em cada manhã renascemos e fazemos a mudança
Onde a esperança se tornou somente uma lembrança
De um tempo que não mais voltará

Evoluímos com as diferenças
Compartilhamos sem ter desavenças
Pra construir uma revolução, resistir a toda a pressão
De qualquer jeito ultrapassar, quebrar paradigmas e continuar
A expandir a mente, olhando sempre pra frente

Porque no modo natural todo mundo é igual
E sua raça ou sua cor não dita nenhum valor

Somos o espelho do mundo
Reação secundária contra um sistema de falhas

Reanimando qualquer vida
De quem não vê mais saída, para os problemas solução
Somos a própria salvação, reencarnação de guerreiros livres
Nós só queremos viver sem ter que pagar pra ser alguém
Livres de máscaras, livres de imposições

Nossa causa não tem nome
Nossa bandeira não tem cor
Nossa missão é união de povos e crenças

Porque no modo natural todo mundo é igual
E sua raça ou sua cor não dita nenhum valor
Sobre quem você é

Nós só queremos viver sem ter que pagar pra ser alguém
Livres de máscaras, livres de imposições

Video erróneo?