Já cansei de me repetir
Na pretensão de mudar
Algo que eu já sei como vai terminar

Já cansei de insistir
Nunca quiseste ouvir
Os avisos foram dados, nem se mexeu

Prefere morrer só a assumir as responsabilidades
Reconhecer que errar é ser alguém
Tanta indiferença a quem está a sua volta
O que provém do outro
Nada mais te importa

Palavras não surtem mais efeito
Sobre o escudo que se impõe
Diante do seu trono inalcançável

Palavras não surtem mais efeito
Contra as barreiras que envolvem
O seu corpo intocável

Você não entende,
O que te prende aí é sua ignorância
Tanta arrogância, só piora sua condição,
de se afundar nessa prisão...

Traçando sua própria decadência
Despenha de joelhos sobre o orgulho
Ferido e incapaz
Já não lhe serve mais

Achou que era o dono do mundo
Agora se rendeu, caiu, perdeu
E pra sair lá do fundo terá que correr pela paz
Seu passado obscuro, deixado para trás
Seu passado obscuro, deixado para trás
Já não lhe serve mais..

Palavras não surtem mais efeito
Sobre o escudo que se impõe
diante do seu trono inalcançável

Palavras não surtem mais efeito
Contra as barreiras que envolvem
O seu corpo intocável

Você não entende
O que te prende aí é sua ignorância.

Video erróneo?