Vives no fio da navalha
Teces as teias do amor
Onde se deita a perder
O prazer lado a lado com a dor

Ardo no frio dos teus braços
Dizes o que eu quero ouvir
Caio aos teus pés de cansaço
E morres por mim a fingir

Call girl, faz de conta
Quem és? Pouco importa
Call girl, sinto-me tão só
Call girl, no teu corpo
Quem quer inventa um outro
Call girl, por uma noite só

Guardas contigo o segredo
Que põe o mundo a teus pés
Escondes em silêncio o medo
Que alguém um dia saiba quem tu és

Faz por esquecer quem eu sou
Que hei-de esquecer-te depois
Já que o amor se esqueceu de nós dois

Video erróneo?