Hoje, cego ao ver
Que a desistência é o que me consola
Pelo que não posso pagar
Estendo as mãos à Nossa Senhora
E mesmo que a fé me entregue aos lixos
Já observo o fim do túnel
Cego perante a falsidade
O que me resta é a esperança
Não me importa o valor

Me mostraram uma mentira que aprendi a acreditar
Vi que seguir meus passos não ia me ajudar

Sigo o caminho: cristo de igreja, aonde vais me levar?

Tirou-me o que restava
É o que eu esperava
O céu de mim roubou

Video erróneo?