Era sublime o nosso amor
Juras eternas tu fazias
Porém um dia me esqueceste
E acabou minha alegria

Acreditei em tuas promessas
Que para mim foram fatais
Porém agora eu compreendo
Que és mulher e nada mais

Eu sei que um dia vagarás
Terás castigo e desalento
E nem o véu da inconsciência
Não cobrirá teu juramento

Somente peço lá pro céu
Que não me esqueça do castigo
Que sofras tu o que sofri
A mesma dor que está comigo

Vou mendigando teu amor
Mesmo sabendo da verdade
Pois eu confesso que te amo
Embora eu veja falsidade

Não quero amar mas não consigo
Espero um dia me conformar
Mas ainda resta uma esperança
Tem que aprender também a odiar

Então a mágoa que eu sinto
Pois dentro em breve acabará
E a mesma dor que estou sofrendo
Um dia disso aprenderá

E com desdém venho dizer-te
Não pense mais em nosso amor
Seria loucura os nossos laços
Vamos sofrendo a mesma dor

Video erróneo?