Nem o mais sábio iria entender
Quando sem pressa o sorriso chegou
Cheiro de mato, a luz e o breu
E o seu silêncio por tudo falou
Esconde o orgulho que é para ninguém ver
Que o pecado tem razão de ser
Inevitáveis a rosa e o mel
Sons do seu corpo em acordes do amor

Video erróneo?