Olho para frente não sei bem por quê
Prossigo nesse longo caminhar
Ando mais um pouco
Penso em todo meu desgosto
Se um dia essa mágoa irá passar

Olho para trás, tento compreender
As causas da minha perdição
Sigo adiante
Penso em todas as amantes
Que dediquei-me pra afastar

Me mostre a conclusão
Ou traga-me algo pra animar
Meu pobre coração
Que nega-se a pulsar

Olho para frente não sei bem por quê
Avanço na mesma direção
Rumo ao castigo
Penso em todos os inimigos
Que me esforcei pra conquistar

Olho para os lados e percebo que
Não tenho alguém pra me esquecer
Ando mais um pouco
Penso em quando era garoto
E havia tantos sonhos pra sonhar

Me mostre a conclusão
Escreve esse final
Me mostre a direção
Me dê algum sinal
Pois tem que haver
Tem que haver
Alguma redenção
Meu pobre coração
Que nega-se a pulsar

Video erróneo?