Ohhhh.....

És a musica......


Já te fizeram dedicatórias, até eu próprio, eu sei
Mas quando ouvi isto no la suite, foi em ti que eu pensei
Estás dentro de mim, sempre que eu dou um passo
Controlas o meu ritmo, mesmo quando nada faço
Quando só te escuto, dia e noite, minuto após minuto
No estúdio, ou no meu quarto fechado
Para o resto do mundo incógnito
Mas conheces-me bem, quase tanto como eu próprio
Fiz-me contigo, cresci a aprender coisas contigo
Cresci a contar contigo, às vezes, como único amigo
Até ao ponto em que já só tenho ouvidos para ti
Atenção para ti, a minha devoção é toda para ti
Salvaste-me de me perder, deste-me a mão
Quando eu sentia a agonia de viver sem inspiração
Ouço-te no interior, és a banda sonora da vida
Da minha, obrigado deste que cria porque te ama

R:
Quando me concentro bem fundo
Ouço-te sempre aqui dentro de mim
És a música…


Arrisco muito por ti, ponho quase tudo em risco
Por isto, nem consigo explicar como resisto
É uma relação difícil esta que ambos mantemos
Apesar da companhia do outro, ser tudo o que queremos
Momentos de dor, momentos de felicidade
Fazes-me suportar a claustrofobia desta cidade
Apoias-me, aguentas-me,seguras- me, empurras-me para a frente
Quando me desequilibro, ajudas-me
Mudas-me, quando o comportamento que adepto está mal
A tua inspiração indica-me a via mais natural
A escrever-te, a compor-te, a ouvir-te, a gerar-te
Dar-te vida, faço terapia enquanto nutro arte
Assim encontro a liberdade, agarrado a ti
Só quem se entrega por completo se liberta e voa
Daqui para fora, és a banda sonora da vida
Da minha, obrigado deste que cria porque te ama

R:
Quando me concentro bem fundo
Ouço-te sempre aqui dentro de mim
És a música…

Talvez ninguém se acredita naquilo que sinto
Quando tudo natural ou instrumental por instinto
Sintonizo a freqüência mental nesta melodia
De forma que te ponho a exclamar: ei! Eu não sabia
Que ele isto fazia, que ele tinha mesmo este dom
Que conseguia dar o tom, neste som tão bom
Com, sentido eu elogio a música
O meu antídoto no espírito, a música
Brilhas, inundas o ambiente de luz
Ou simplesmente predispões-me a vê-la no escuro
Eu seguro-me a ti para onde fores, eu vou
Onde estiveres, eu estou, o que fores, eu sou
E vice-versa, porque eu também te construo
Enquanto escrevo seguro e rumo ao futuro
Eu juro, sempre serás a banda sonora da vida
Da minha, obrigado deste que cria porque te ama

R:
Quando me concentro bem fundo
Ouço-te sempre aqui dentro de mim
És a música…

Video erróneo?