Nada, nada, nada
Tudo, tudo, tudo
Nada e tudo, eu não sei mais
O que não é inteiro
Nosso mundo vai - de alma
Com o pé na terra
E no escuro se vê
Já se vê
É o tempo do muito, do tanto
Que eu vejo - a nossa semelhança
E todo o toque - já é novidade
Juntos a um passo do distante
A nossa diferença nos faz
Iguais ao sabor
Desse sal, doce sal
Que tempera a nossa cidade
Nossa luz, sal do céu
Nos olha e mira, atira
Dispara e se espalha em som

Video erróneo?