meu amor de antigamente
a loucura desejada
que me trazes, tão ardente
não me queima, traz-me amada!
meu amor de antigamente
que me trazes em loucura, tão amada!

e bendigo ter vivido
para o dia de te ver
meu amor de antigamente
que tardaste a acontecer
pois agora que te abraço
sem memória nem passado
meu amor de antigamente
como é bom ter-te encontrado.

meu amor de antigamente
eu sonhei-te em cada homem
que cruzei tão imprudente
meu amor de antigamente
p'ra matar a minha fome
eu sonhei-te meu amor, em cada homem.

meu amor das minhas esperas
suspirado e inventado
fruto das minhas quimeras
és o céu por quem dou brado
meu amor de todo o sempre
és o fim, amor, do meu pecado.

Video erróneo?