Sou um incandescente
Que anda pela estrada
E topa qualquer parada
E geme no asfalto quente
Meio na madrugada
Descendo da escada
Neste crime ardente
Um tiro à queima-roupa
E sou mais vida loka
Com mendigo inocente
Pelo rockstar
Mulher de all-star
Saindo de frente-a-frente

Esse cara
É o fantasma da ópera
Esse cara
É o incandescente da memória

Mas o mendigo me avisou
Vida loka estremeceu
E uma chuva me molhou
Eu vou avisar a vocês:
Quero um bandido
De modo alguma coisa errada
Sempre na madrugada
Ai meu deus vocês se ferraram
Vão chupar sangue da barata!!!!!!

Video erróneo?