Tudo azul, todo mundo nú
No Brasil, sol de norte a sul
Tudo bem, tudo zen, meu bem
Tudo sem força e direção
Nós somos muitos, não somos fracos
Somos sozinhos nesta multidão
Nós somos só um coração
Sangrando pelo sonho de viver
Eu nunca fui o rei do baião
Não sei fazer chover no sertão
Sou flagelado da paixão
Retirante do amor
Desempregado do coração

Video erróneo?