Repetindo pequenas traições
Inventando centenas de desculpas diferentes
Olhares se cruzam e às vezes
Enxergam o que pode ainda ser descoberto
Um do outro, tão perto
Caímos na armadilha
E eu mergulho nas cinzas
Do amor que era infinito
Ela abafa o grito e ele finge não ver
Quando o som estilhaça
Em milhares de pedaços
A sua falta me faz lembrar
Quando só havia você
E só você me bastava
Que mais poderia querer?
Construir um oásis maior do que o deserto
Um do outro, tão perto
Caímos na armadilha
Eu mergulho nas cinzas
Do amor que era infinito
Foi bonito e é por isso que dói
Não saber como é que se perdeu
Nem pra onde foi

Video erróneo?