Diz que eu sou sincero pra falar de amor
Que quanto mais espero mostro quem eu sou
Um cara de atitude pacífica
Pode ser até que eu fale demais
Que eu não concorde com o que você faz
Eu discordo numa forma pacífica

E a gente fala de briga e a intriga
Não cança e não para de rolar
E eu levo a vida sendo dividida
Uma hora sorrir outrora chorar

O que é feio pra você pra mim pode não ser
E espero que você possa me compreender
Sendo um cara de atitudes pacíficas
Você gosta de rock eu gosto de forró
Eu danço agarradinho e você dança só
O importante é a curtição pacífica

E a gente fala se esguela se cala
E o boato não para de rolar
E a gente xinga faz ginga mandinga
Pro forró gostos não parar.

...Você só colheu o que você plantou
a sua melodia só me lembra amor
Sou um cara de atitude pacífica

Video erróneo?