Eu tenho um amor que só me vem em sonho
Quando abro os olhos ele desaparece
Eu tenho um amor que não me deixa dormir
Quando eu durmo ele dança
Eu tenho um amor que não me deixa dormir
E eu não quero mais guardar silêncio

Nada a fazer senão correr
Dizem que o céu é o mesmo pra todo lado

Entre o planalto da borborema e as depressões sertanejas
Três espécies de moedas asseguram o mecanismo da troca
A lua entrou sem licença nas brechas do barracão
Aquela árvore demorou mais tempo pra mudar de posição
E eu não quero mais fechar os olhos
Guardar silêncio

Nada a fazer senão correr
Dizem que o céu é o mesmo pra todo lado

A palavra eu modificada permanece original
Nos hai-cais quebrados, congelados
Vou correr pra não dormir

Video erróneo?