Mercadorias e futuro

O trabalho é um processo entre a natureza e os homens
Realiza, regula, controla

Toda força é usada pra controlar e depois se divide pra produzir
Ninguém está só

Nessa terra que gira no oco, ninguém está só
(Esta só)
Nessa terra que gira no oco, ninguém está só
(Esta só)

Todos trabalham, e todos tem acesso aos frutos do seu trabalho?
(Eu pergunto)
Todos trabalham, e todos tem acesso aos frutos do seu trabalho?
(Por que?)

Estou aqui para vender uma coisa
Estou aqui em pé, no som, na luz
Para vender um livro
A terra é quem me deu, eu só plantei

Dos instrumentos de pedra aos instrumentos de metal
Estou aqui para vender um livro
Passei por lugares de ramagens pretas,
de cruel paisagem, de paragens brancas,
infinita estrada e entrocamento

Conversei com loucos seres que me responderam antes da pergunta:
(mercadorias e futuro)
Estou aqui para vender uma coisa, quem quer comprar?
Pode você não usar, mas tem os seus filhos e os que virão
Os que cairão dos rasgões do céu e do amanhã
(mercadorias e futuro)

Você conhece os filhos que estão plantados lá na colina e serão colhidos depois?
(mercadorias e futuro)

E é barato, demorou para ser feito
E esse símbolo cobrado não paga nem o papel
(mercadorias e futuro)

Dos instrumentos de pedra aos instrumentos de metal
(mercadorias e futuro)

Como mercadoria pode ser: vendido, comprado, trocado
(mercadorias e futuro)
Peço um pouco de atenção do precioso tempo de vocês
(Meu tempo é ouro)

"Oh amanhã, o que será o amanhã?"
Eu pergunto embriagado pelo vinho, pela dúvida, pelo medo da escuridão
O medo da escuridão

Video erróneo?