Quando a tarde cai de sono
E dorme o dono do calor
Vem passear no escuro
A Dama-branca, mãe do amor
Minguante ou crescente,
Nova e cheia de ilusões
Como eu sentado aqui,
Pensando em ti
Olhando o céu...

Quando a paz lá no horizonte
Cobre o monte de apaga o azul
Todo amor que existe
insiste em ser maior que a dor
E uma canção de açoite
Vem de tão longe assim
Fazendo, enfim, dormir a noite...

Vem passear no escuro
A Dama-branca, mãe do amor
E uma canção de açoite
Vem de tão longe assim
Fazer, enfim, dormir a noite...

Video erróneo?