Dos desgostos que há no mundo
O maior da minha vida
Foi ao ver partir p'ra sempre
Minha maezinha querida
Ao vê la fechar os olhos
Eu nem quis acreditar
Que a minha querida maezinha
De luto me ia deixar
Pensei que estava dormindo
E logo a pos de seguida
Feliz se levantaria
Para retomar a lida
Mas quando eu vi o caixao
Foi que eu caí em mim
A minha querida maezinha
Tinha chegado ao fim

Não levem a minha mãe
Gritava eu a chorar
Levem me antes a mim
Deixei na em meu lugar
Mas levaram na depois
Naquele negro carrao
Chorando a minha dor
Também fui na multidao
Ao chegar a terra santa
Sua última morada
No beijo da despedida
Pareceu me estar acordada
E ouvi ela dizer
Num tom muito dolorido
Fui chamada para céu
Adeus meu filho querido

E la foi p'ra terra fria
Minha mãe do coraçao
Sem ver mais a luz do mundo
La ficou na escuridao
A terra caiu-lhe em cima
E assim tudo acabou
Em braços dali sai
A minha mãe la ficou
Já mais irei esquecer
Minha mãe o teu pedido
P'ra não roubar nem matar
Nem ferir sem ser ferido
Eu juro e jurarei
Teu concelho eu vou seguir
Descansa em paz minha mãe
Teu pedido eu vou cumprir

Morte negra morte negra
Causadora dos meus ais
Um desgosto já e muito
Dois desgostos são de mais
Levas te a minha avozinha
Logo depois de seguida
Levas te a minha maezinha
Destruis te a minha vida
Minha avozinha querida
Minha maezinha adorada
Com vocês eu era tudo
Sem vocês não vou ser nada
Resta me agora esquecer
As imagens do supulcro
Recebam milhoes de beijos
Deste ser que é vosso fruto
Que tão novo eu fiquei
Com meu coraçao de luto

Video erróneo?