Laraiá laraiá laráá lalala
La lalala laiááááá - ah, tá muito alto...

Cú de beudo num tem dono
Cabra bebe e cai no sono
Vem arguém - pruveita

Eu que num sô fã da manaíba
Detesto quem vem por riba
E in nóis - se ajeita

Eu gosto de tomá, mas só no copo
Notro lugar eu num topo
Nem quando eu já to chapado
Eu bebo quarqué coisa pela boca
Mas detesto cobra loca
Que entra no lugar errado

Eu bebo sim
Mas ninguém me faz
Eu cambaleio eu tropeço bambeio
Mas num dô pra trás
Eu bebo sim
Mas ninguém põe no meu
Sô previnido uso cueca de pneu (sô inteligênte!)

A mulhé me mando pro AA
Mas quem mandô eu não estudá
Sai foi prá - bebê (esqueci o ABC)

O triste é quando eu volto pro barraco
Tem duas enchendo o saco
E eu num sei em qual batê

Eu bebo um dia sim o otro também
Porque ressaca num faz bem
Se eu num bebo eu fico lôco

Ficá bêbado é uma beleza
Mas que não qué tê surpresa
Tem que custurá o brioco

Eu bebo sim
Mas ninguém me faz
Eu cambaleio eu tropeço bambeio
Mas num dô pra trás (eu não)
Eu bebo sim
Mas ninguém põe no meu
Sô previnido uso cueca de pneu (aquelas Firestrom reforçada...)

(primeira vez publicada na internet!)

Video erróneo?