Quem disse que passado de brasileiro é "bão"
E se tomar café, não precisa de pão
Tudo isso é ilusão do pensamento
Tudo isso é ilusão do preconceito

E se eu cheiro cola, não é pra eu viajar
É que o meu dinheiro não dá pra eu almoçar
É assim que eu engano meus pensamentos
É assim que eu desfaço esse vazio em mim

O meu berço era pano
O meu terno é rasgado
A minha calça caindo e o
Cabelo espigado
Seremos sempre escravos da situação
Ainda vou saber porque eu nasci assim
Porque eu nasci assim?
Porque eu nasci assim?
Porque eu nasci...

O meu destino é tosco e sem religião
Ando sempre descalço e com a barba no pé
Meu velho por favor entenda esta situação
E não me julgue só porque sou mais um mané

E se eu cheiro cola, não é pra eu viajar
É que o meu dinheiro não dá pra eu almoçar
É assim que eu engano meus pensamentos
É assim que eu desfaço esse vazio em mim

O meu berço era pano
O meu terno é rasgado
A minha calça caindo e o
Cabelo espigado
Seremos sempre escravos da situação
Ainda vou saber porque eu nasci assim
Porque eu nasci assim?
Porque eu nasci assim?
Porque eu nasci...

Video erróneo?