Êêêê...

Não quero a glória do mundo
Quero uma terra melhor
Onde o jardim do futuro
Não cheire a medo e suor

Quero um pouquinho de tudo,
Tudo que venha do amor
Planta subindo no muro
Riso num pé de flor

Vento soprando a jangada
Barco no braço do mar

Vou me mudar pra Pasárgada
Lá sou amigo do Rei
Lá a ternura é a ordem e a lei

Êêêê...

Quero a verdade da lágrima.
Não quero o gosto do sal
Quero a alegria da trégua
Não quero o gozo do mal

Chega de morte na esquina
Cesse a canção do fuzil
Venha na terra menina
Nova versão do Brasil

Que haja alegria nas ruas
Festa fulia e quintal

Vou para o reino de Atlândida
Vou para a terra sem mal
Vida não mais dividida e desigual

Vou para o Reino de Nárnia
Vou para a Terra de Oz
Onde o ribeiro da paz encontre a foz

Vou para o reino de Atlândida
Vou para a terra sem mal
Vida não mais dividida e desigual

Vou para o Reino de Nárnia
Vou para a Terra de Oz
Onde o ribeiro da paz encontre a foz

Êêêê...

Não quero a glória do mundo
Quero uma terra melhor
Onde o jardim do futuro
Não cheire a medo e suor...

Video erróneo?