Quando se quer criar problemas
É muito simples
Se pode ser difícil
Porque é que vai facilitar
Toma aí um monte de papel
Prá você preencher
O resto eu te conto depois
Deixa prá próxima viagem
Não me diga que quer resolver
Tudo de uma vez

Uma certidão, um certificado
E duas fotos
Faz uma fila no banco
E na junta comercial
Um pulinho no cartório
E na receita
Se quiser adiantar o serviço
Sempre se faz um feitiço
Mas fica em sigilo
O acordo é federal

Criando dificuldades
Se vende facilidades
E quem é que sustenta
Tanta pagação
Louvemos a mediocridade
Cantemos a burrocracia
Já são mais de 500 anos
Desse papelão

Quando se quer criar problemas
É muito simples
Se pode ser difícil
Porque é que vai facilitar
Leve cinco vias e assine
Cada uma delas
Confira todos os dados
CPF e RG xerocados
Pegue a senha e espere
Sentado no outro guichê

Mas se por acaso esqueceu
De reconhecer a firma
Lamento muito mas eu
Não posso lhe ajudar
Tem também uma taxa
Que sempre é de praxe
Mau humor que não tem tamanho
O respeito perdeu seu direito
Mas um jeito se dá quando vai
Por debaixo do pano

Criando dificuldades
Se vende facilidades
E quem é que sustenta
Tanta pagação
Louvemos a mediocridade
Cantemos a burrocracia
Já são mais de 500 anos
Desse papelão

Video erróneo?