Boa noite minha estrela companheira
Como vai teu infinito
Teu silencio, esta luz calma
Aqui estou de coração machucado
Sozinho e desconcertado
Pra de novo te falar

Nosso mundo continua como sempre
Confuso e desconcentrado
Tanta coisa eu não entendo
Aqui mesmo em frente a minha janela
Dia a dia cresce um prédio
Que vai te roubar de nos

E eu já cansei de procurar
Onde é que a gente vai parar
Sem teu brilho pra mostrar
Pra onde caminhar

Por isso minha estrela companheira
Te peço a teu infinito
Compreenda não me abandone
Se eu vier de coração machucado
Sozinho e desconcertado
Pra de novo te falar

Nosso mundo não pode ficar parado
Consolo e desconcentrado
Quando enfim tudo é tão simples
Bastaria olhar pro céu de verdade
Tentando achar nas estrelas
Um jeito de se encontrar

Video erróneo?