Quando há saudade de um amor
amigo que passou
Gravou, me tatoou, deixou guardado
no meu peito deu não
respirar direito
A flor de um beijo que brotou

Na dúvida calou, o olhar paralizou
Banalizado, liberado, coração bateu dobrado
Quando o toque apaixonado meu
Amor caiu do lado
Deus do céu, quem te mandou?

Amor, amor
Quando há saudade de você
A gente chora no escondido
Se esconde passa batido
Que os beijos são proibidos
tudo bem vão divertidos
Quando rola sem querer

Amor, Amor
Quando a saudade de você
A gente chora no escondido
se esconde e passa batido
Que os beijos são proibido
Tudo be, bom divertido
Quando rola pra valer

Video erróneo?