Quem tem confiança no peito
Canta em qualquer altura
Quem tem confiança no braço
Não usa arma na cintura
Quem tem confiança na esposa
Nunca mais ela segura
Quem não tem confiança em Deus
É doente que não tem cura
Quem tem confiança na terra
Não põe adubo na planta
Quem tem confiança no galo
Não perde a hora e levanta
O despertador da roça
É o galo quando canta
Riqueza do cantador
Ta no peito e na garganta

Eu quis fugir do destino
Fugir da realidade
E sufocando a saudade
Aquela cidade fui deixando para trás
É que esse e meu desatino
É uma mulher envolvente
Amor diferente
Olhar de serpente
É o doce veneno
Que me satisfaz

Pegue tudo aquilo que é seu
E vá para bem longe de mim
Vou te tirar do meu peito
Não tem outro jeito
Vá embora
Só deixe uma fotografia
No bolso do meu paletó
Ficar com você, você
Te querer, por querer
Eu prefiro só
Não me fale de amor na saída
Nem me olhe como quem vai chorar
Não me de aquele beijo gostoso
Que é bem perigoso
De pedir para ficar
Não quero que aconteça outra vez
Tudo aquilo que aconteceu
Quantas vezes te mandei embora
Mas chegando a hora
Quem chorou foi eu
Não te quero mais
Não vou chorar na hora da partida
Eu vou tirar você da minha vida
De hoje em diante não te quero mais
Não te quero mais
O seu amor para mim foi muito pouco
Te amo tanto e nem que eu fique louco
De hoje em diante não te quero mais

Deus me deu a chance
De andar pelo mundo
De voar bem alto
Mergulhar bem fundo
Já domei leão
Já brinquei na neve
China e japão
Eu disse até breve
Esse é meu país
Sem comparação
Já tem o formato do coração
Todo canto é lindo
Pra mim tanto faz
Quando eu quero mais eu vou pra goias

Video erróneo?