Passou muito tempo tentando ser alguém que idolatrava
Depois de tantos anos descobriu que isso não serviu de nada
Se afogou nos próprios pensamentos
Descobriu que seus lamentos eram fortes demais
Disfarçou todo seu ódio esnobou o ódio retornou ao pódio e não voltou nunca mais

Transformou suas mentiras em verdades
Questionou a lealdade de quem se diz sagaz
E com toda rebeldia tudo que os diz não se refletem
Expectativas banais

Aprendeu que o corpo ainda é muito
E que se nós pensarmos juntos
Talvez nos tornemos iguais
Mas o futuro continua sendo e certo
Do mesmo jeito que o correto
Sentido já não faz

Se o nosso ponto de vista te analisa
Precisamos de oculistas, cientistas
Para nos tratar dessa vontade de julgar
Dessa vontade de julgar

Se o nosso ponto de vista de analisa
Precisamos de oculistas, cientistas
Para nos tratar dessa vontade de julgar
Dessa vontade de julgar

Video erróneo?