Oma olhada através desses olhos sombrios
Seus olhos azuis de bebe despedacados
Como um corte da lamina de navalha
Seu paraiso é o inferno e estou vivendo nele
Nao pode beber ao longe, nao pode foder ao longe
Sobre a pressao do desespero eu me sinto sepultado vivo
Mas os pulsos cortados da frustracao querem dizer que vou sobrevive
Está solitude é o sintoma de ser forcado a comer merda
Que dá a eles alegria de viver
Se nao interessa enfrentar o mundo eles ajudam
Nao querem nao podem enfrentar todos ???????
Fazer o que sempre necessita
Para esmagar essa ameaca fascista
Primeiro os judeus e gays
O sangue é o nosso que vai sangrar
Meus olhos quase cegos pela fúria
Voce será executado se eu poder ser o júri
Se é o medo que faz o homem
Cometer atos violentos
Entao me de um arma fudida!
Eu estou muito assustado para continuar calado!

Video erróneo?