Jangadas vêm do mar
Janelas dão pro sol
Pra ver você chegar
A noite é mais azul
Na esquina do brasil
Pra ver você chegar
Na praia de iracema
Ouviram meus poemas
Feriram minha voz também
Já esquecemos tudo
Com lágrimas vermelhas
E a noite é de cristal

Perdidos de amor
Deixamos nossa cor
Em todos os lençóis
Que a brisa iluminou
Com verde da manhã
E as tritezas marinhas
Na minha impressão
Daqui onde eu estou
As ondas vão, não voltam mais
Preciso imaginar
Jangadas vêm do mar
Pra ver você chegar

Video erróneo?