Veio sobre mim a mão do Senhor
E o Senhor me levou em Espírito
Me pôs no meio de um vale que estava cheio
De ossos ressequidos
Me fez andar em volta deles
Eram muitos que estavam ali
Filho, podem reviver?
Me perguntou e eu disse: Senhor, tu o sabes!

Me disse: Profetiza! e você vai ver o que eu posso fazer
Profetiza que os mortos podem reviver
Profetiza a carne, os nervos vão crescer
Farei entrar em vós o Espírito e vereis
Que Eu sou o Deus que faço ser o que não é
Só para honrar aquele servo que anda pela fé
E quando falo você pode escrever
A vitória é sua, pode receber

Repete o hino ...

Profetizei como se me deu ordem
E houve um ruído
Eis um rebuliço
E se juntaram cada osso a osso
Os nervos e a carne, mas não havia Espírito
Me disse: Profetiza ao Espírito
Profetiza...
Vem dos quatro ventos e assopra
Para que vivas....

Profetiza! e você vai ver o que eu posso fazer
Profetiza que os mortos podem reviver
Profetiza a carne, os nervos vão crescer
Farei entrar em vós o Espírito e vereis
Que Eu sou o Deus que faço ser o que não é
Só para honrar aquele servo que anda pela fé
E quando falo você pode escrever
A vitória é sua, pode receber

Então receba aí, receba

A vitória é sua, pode receber!

Video erróneo?