Andava sozinho e largado
Até você me aparecer.
Foi como uma força estranha
Que me pegou sem querer.
Foi me prendendo aos poucos,
Não me deixou perceber
O quanto eu já tinha te amado,
E eu nem sabia porquê.

A vida é cheia dessas coisas
Que não se pode entender.
Tem tanta coisa nessa vida
Que não se deve entender.
A vida é cheia dessas coisas...

Se me quiser, eu confesso,
Se não quiser, eu não faço.
A vida é mesmo essa farsa,
Garantia de bom sucesso.

E a farsa que mais me fascina
É a de poder te olhar.
Sorte, acaso ou minha sina?
Isso eu não sei explicar.

A vida é cheia dessas coisas
Que não se pode entender.
Tem tanta coisa nessa vida
Que não se deve entender.
A vida é cheia dessas coisas...

Video erróneo?