O avião que teima em seguir
A força é invisível, mas existe
Está a sustentar, terral sem fim

O veleiro se desloca sobre as águas
Parte silencioso, ganha o mar
Em sua vela, a força a impulsionar

A asa-delta aponta sobre mim
Que mundo imenso, que força tanta
Que tanto um pássaro
Que tanto um invento
Com essa força se fará

E isso tudo é prá mim
Teu sopro de amor, meu ar
No meu peito prá te amar
Um som no vento a sustentar
Minha oração que vem enfim
A tua boca é prá mim
Minhas narinas te procuram
E essa força é prá mim

Video erróneo?