São os gatos do asfalto
Que pairam no ar
É o seu sangue quente
Que me embriaga

Uma cortina de fumo
Mais um carro a implodir
Uma luz que encandeia
Poder e não querer fugir

É o ar do gato do asfalto
Que estou a respirar
É o seu pesadelo
Que me vai encontrar

Um enorme gato negro
Vinga a sombra, mata o chacal
Ensombra mais uma alma
Cobra o embate fatal

Foge! Foge! Foge! Foge gato do asfalto!

Video erróneo?