Um molejo um jeito diferente
O que tem no sangue dessa gente?
O suor que escorre no rosto mas sempre feliz a cantar

Baiano faz festa todo dia
Na bagagem carrega alegria
O poeta abriu os seus braços pra te receber

Venha merenguear, vem comigo dançar na rua
Vem ver, vem ver
A beleza mais fina, mais pura mistura
Vem ver, vem ver
Preto, branco, um encanto
Faz ferver, faz esse chão tremer

A lua, a lua pirou e o coração bateu
Toda tristeza passou quando a guitarra tocou
Eletrizou Salvador, o chão da praça tremeu

Um molejo um jeito diferente
O que tem no sangue dessa gente?
O suor que escorre no rosto mas sempre feliz a cantar

Baiano faz festa todo dia
Na bagagem carrega alegria
O poeta abriu os seus braços pra te receber

Venha Caetanear, vem comigo dançar na rua
Vem ver, vem ver
A beleza mais fina, mais pura mistura
Vem ver, vem ver
Preto, branco, um encanto
Faz ferver, faz esse chão tremer

A lua, a lua pirou e o coração bateu
Toda tristeza passou quando a guitarra tocou
Eletrizou Salvador, o chão da praça tremeu

Video erróneo?