...Ele diz que esse não é meu forte
Eu liguei a verdade no "level hard"
Sentido ela adiante, aqui eis meu passo
Então essa é a última vez que eu nasço
A meta é retidão, justiça, esquece o pódio
É amor versus medo, não versus ódio
E o mal do esmo, o tal do "ismo"
Eu não tô insento e isso desandou meu altruísmo

Na face do abismo
Me deparei com o escudo e abandonei
Tudo que nasce do achismo
O suficiente pra não dar desculpa
Atravessei no braço um mar de culpa
E agora tô numa ilha de força, coragem e sabedoria
Prova vem pra melhoria

E essa comunhão natureza tem nada
A ver com por a irmã no púpito
É uma nirvana súbito
Ceder muito mas carecer pouco
Se esforçar pra ser são te faz parecer louco
Eu vegetava por dentro, até levaram flores pro fundo

Do coração, o comum são as dores do mundo
É quando a fantasia se diz real, eu quis ter al-
Go que não fosse desleal
E quero, então o vírus se fez pra hacker
Diga adeus ao seus ex caráter
Que igual a poeira quanto mais pisam mais eu subo
E ele só precisa de três regras: Me deixa em paz ao cubo!

Levo a vida sem porco e sem boi
Sou vegetariano, nem tchau nem oi
Pra "carne" quero ir até onde meus amém foi
Amem, viva por isso: Deus abençoe

Video erróneo?