Não se atreve a minha boca,
Que eu não a deixo atrever.
A dizer que eu ando louca,
Que ando louca por te ver.

Não se atreve a minha boca,
Ao grito que eu quero dar.
Não se atreve a minha boca,
Que eu não a deixo gritar.

Minha boca não se atreve,
Não segue o meu coração.
E não diz o que não deve,
É a minha expiação.

Minha boca não se atreve,
A dizer o que lhe digo.
Se ela se atrever em breve,
Sabes que sonho contigo.

Ai minha boca atrevida,
Já mo disseste a mim.
E encheste a minha vida,
Desse segredo ruim.

Video erróneo?