Anda o sol na minha rua
Cada vez até mais tarde
A ver se pergunta à lua
A razão por que não arde.

Tanto quer saber por quê,
Mas depois fica calado.
E nunca ninguém os vê
Andarem de braço dado.

Se me persegues de dia
Se à noite sempre me deixas,
Não digas que é fantasia
A razão das minhas queixas.

só andas enciumado,
Quando eu não te apareço.
Mas se me tens a teu lado,
Nem ciúmes te mereço!

Video erróneo?