Se na senzala a tecedeira ao se cansa
Na camisa que é rasgada
Do pescoço que é ferido
E o couro que é molhado pelo encharque
Do pé que se castiga
Na frase que é encantada

Percussão de tamanco é dança
Terreiro que é candomblé é dança
Sopapo de capoeira é dança

Dança de mulata
Tiro de polaca
Grito que saiu pela culatra.
Um risco na folha
É muito arriscado

A letra é esse
O sentido é esse
O quebrado é osso.

Video erróneo?